Principal » Homilia do Papa » Feliz o homem que confia no Senhor!

Feliz o homem que confia no Senhor!

OSSROM17575_LancioGrandeNa Missa em Santa Marta o Papa Francisco afirmou que o cristão deve andar nos caminhos do Senhor, confiante na sua escolha. Porque Deus está sempre connosco

Quinta-feira, 19 de fevereiro – Feliz o homem que confia no Senhor – foi o que afirmou o Papa Francisco na sua homilia na Missa na Casa de Santa Marta. No centro da reflexão do Santo Padre a Leitura do Livro do Deuteronómio, em que Deus diz a Moisés: “Repara que coloco hoje diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal. Assim, ordeno-te hoje que ames o Senhor, teu Deus, que andes nos seus caminhos…” A escolha de Moisés – afirmou o Papa – é aquela que o cristão deve fazer todos os dias:

“Escolher entre Deus e os outros deuses, que não têm o poder de nos dar nada, somente pequenas coisas que passam.”

E não é fácil escolher, mas vai-nos fazer bem pensar um pouco – continuou o Papa – “como é o meu estilo de vida? Por que caminhos ando eu?”

“Um caminho errado é o de procurar sempre o próprio sucesso, os próprios bens, sem pensar no Senhor e sem pensar na família.”

Uma pessoa pode ganhar tudo, mas no final, pode-se tornar num fracassado e aquela vida torna-se numa falência, pois não soube escolher entre a vida e a morte – afirmou o Santo Padre que sublinhou esta frase do Salmo 1: ‘Feliz o homem que confia no Senhor’.

E confiar no Senhor significa saber que Ele está sempre presente nos momentos da nossa vida, mesmo quando temos que tomar decisões – concluiu o Papa Francisco:

“Hoje, no momento em que paramos para pensar nestas coisas e tomar decisões e escolher, sabemos que o Senhor está connosco, ao nosso lado para nos ajudar. Nunca nos deixa andar sozinhos. Está sempre connosco. Mesmo no momento das decisões está connosco”. (RS)

Fonte: Rádio Vaticana 19/02/2015

Sobre ewerton.ventura

Veja também

papa-quaresma-300x204

Mensagem do Papa Francisco para Quaresma 2015

“Fortalecei os vossos corações” (Tg5,8) Amados irmãos e irmãs! Tempo de renovação para a Igreja, …

Deixe uma resposta