Principal » Destaque » Reflexão do Evangelho (Mc. 16, 15-20)

Reflexão do Evangelho (Mc. 16, 15-20)

Neste domingo vivemos a Solenidade da Ascensão do Senhor. As últimas recomendações que Jesus fez antes de sua ascensão revela para nós a missão de todos os batizados: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura”. Pregar o Evangelho, portanto, é nossa vocação!

Jesus ainda nos promete que os seus sinais estarão presentes com aqueles que creem, “os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”. O Mestre nos deixa a mensagem de que quem adere ao Evangelho elimina o mal da sua vida e da vida daqueles que estão ao seu redor. O mal é expulsado por meio do Evangelho, e o Evangelho é o amor, portanto, a forma de vencer essa batalha no anúncio da palavra e na vivência do nosso chamado, é o amor. Jesus fala ainda sobre novas línguas, isso se dá porque a salvação não se limita a somente uma língua, porque ela é universal, o amor (Evangelho), quebra as barreiras até mesmo das línguas e faz com que todos possam escutar essa Palavra que salva.
A Ascensão de Jesus nos faz refletir que sua missão se completou aqui, e é chegado o momento de seus seguidores exercerem sua vocação. Jesus, como um grande Mestre, exerce essa pedagogia de retirar-se para que os discípulos saibam caminhar “sozinhos” e amadureçam.

Portanto, a missão nos foi confiada e Jesus espera isso de nós, sejamos então verdadeiros batizados e anunciemos o Evangelho, o amor, pelas nossas vidas, fiéis de que os sinais do grande Mestre estarão sempre conosco. Sem medo, sem timidez, porque aquEle que nos chamou é fiel!

  • Ana Clara (Comunidade Magnificat)

Sobre marcioferreira

Veja também

Reflexão do Evangelho (Mc 5,21-43)

O evangelho deste final podemos mergulhar em mais algumas narrações do momentos que nos trazem …