Biografia

família Em 1936 num sítio, perto da cidade de Mirassol, numa família humilde e católica nascia a 4º filha do casal Joaquim e Durvalina.

Alice foi o nome escolhido para ela. E logo se transformou em Licinha por sua mãe.

Alice foi crescendo e já nos primeiros anos demonstrava seu caráter e personalidade: meiga, obediente, ajudava nos trabalhos de casa sem questionar, ajudava a quem precisava e no que podia. Ajudou a mãe com os filhos menores já que esta cuidava dos trabalhos mais pesados. Era capaz de suportar  dores calada sem se queixar.

Já morando na cidade, onde passou sua adolescência que foi muito tranquila, sem rebeldia, mas com muita obediência e harmonia, passeava como toda jovem e ajudava na catequese da paróquia.

Mais tarde quando a família mudou para Barretos, já com 17 anos, deu continuidade aos seus estudos no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. Foi lá, no terreno regado pela obra de Deus nas pessoas de São João Bosco e Santa Madre Maria Mazzarello, que frutificou em sua alma o chamado a vocação. Seu coração já não podia conter mais aquele chamado, era necessário responder. Apesar de seu pai não entender a beleza da vocação para a qual estava sendo chamada, Alice estava decidida. Sofria pelo pai, sofria com a separação da família, mas foi tudo para se entregar livremente a Deus.

irmã aliceSeus primeiros passos de vocacionada se deram em São Paulo, logo após a profissão religiosa foi para cidade de Araras, um tempo depois foi transferida para São José dos Campos como diretora da Instituto Auxiliadora onde permaneceu por muitos anos. Foi nos últimos anos desta diretoria que surgiu o Grupo de Oração Nassa Senhora Auxiliadora, coordenado por ela, o primeiro grupo de oração da Renovação Carismática Católica de São José dos Campos.

Foi neste grupo que Ir. Alice juntamente com Ir. Neyde, Dr. Amaury, José Sconzo, e outros receberam a inspiração do Espírito Santo de levar a palavra de Deus aos irmãos em maior situação de vulnerabilidade,  promovendo as pessoas e devolvendo a elas a dignidade humana através de serviços sociais, qualificação para o trabalho e da evangelização em diversos projetos para as crianças, adolescentes, jovens e adultos, dando início assim, à Obra Social e Assistencial Magnificat.

O trabalho foi se intensificando cada vez mais e o mais interessante é que Deus reservava algo maior, isto é, o grupo iniciante atraído por Jesus tornou-se uma Comunidade de leigos consagrados na forma de vida e na forma de aliança, professando os Conselhos Evangélicos de pobreza, castidade e obediência.

ir. alice e Dom MoacirNo dia 07 de abril de 2013, a Comunidade recebeu o decreto de Aprovação Diocesana assinado pelo Bispo Dom Moacir Silva, esse reconhecimento diocesano afirma que essa Obra é uma Associação privada de fiéis, com o nome de Comunidade Magnificat.

É com muita alegria e gratidão a Deus que a Comunidade Magnificat está à 30 anos espalhando o amor e a misericórdia.

Sobre ewerton.ventura

Veja também

Capa_Face_Pascoa

Alegremo-nos e exultemos!

Alegremo-nos e exultemos Cristo Ressuscitou!   Jesus Ressuscitou! A alegria invade o nosso coração, porque …

Um comentário

  1. Somos hoje frequentador desta obra que nos faz sentir em casa pois cada momento uma novidade de benção somos muito grato ao padre Carlos e Irmã Alice pelo carisma da boa nova Renato e Gislene

Deixe uma resposta