Principal » Palavra da Fundadora » Entrevista com Irmã Alice

Entrevista com Irmã Alice

1. Irmã Alice, em que ano a Comunidade Magnificat foi fundada e porque foi

escolhida a região do Putim?

A Comunidade foi fundada em 1984. A região do Putim foi escolhida devido a

um discernimento do Bispo daquela época, Dom Eusébio Oscar Scheid, quando nós do

grupo de oração Nossa Senhora Auxiliadora, primeiro grupo da Diocese, sentimos que

era importante sermos evangelizadores missionários e pedimos a aprovação do Bispo

para fazer isso como Renovação Carismática Católica, ele deu a permissão, mas

sugeriu que escolhêssemos uma região de maior necessidade da cidade, uma periferia

onde com certeza encontraríamos pessoas pobres, ainda sem receber evangelização,

então nos fixamos na região do Putim, onde de fato havia uma carência em todos os

sentidos, desde necessidades básicas, a necessidades culturais e também de

evangelização.

 

2. Como a Comunidade Magnificat cumpre o chamado de ser amor e misericórdia

para as pessoas?

O chamado de ser amor e misericórdia para as pessoas, nós entendemos que

é principalmente para com o que sofre, não entendemos aqui sofrimento com

referencia a necessidade financeira, ou seja, somente uma pessoa empobrecida, não,

o irmão que sofre independe de situação financeira, ele pode estar vivendo momentos

e motivos de muita necessidade e de muitos sofrimentos, então nós atendemos todo e

qualquer irmão e irmã que chega até nós sofrendo por algum motivo, entendemos o

nosso trabalho extensivo, independente se é dificuldade material, espiritual,

enfermidade física, atendemos seja qual for a dor do irmão.

 

3. Tente definir em uma palavra o que é ser Comunidade Magnificat?

brota de uma comunhão profunda com Deus na maneira de agir, de caminhar, então

caminhando com Jesus, levando a palavra de Deus, atendendo as pessoas

necessitadas nós vamos sentindo uma alegria muito profunda, eu deixo esta palavra:

você quer ser alegre? Venha conosco!

 

4. Irmã, que mensagem a Senhora deixa para os nossos leitores e para todos que

de forma direta ou indireta estão sendo amor e misericórdia para o próximo?

Eu penso que vale a pena entrar em uma Comunidade de vida e aliança, como

consagrado, de vida religiosa, celibatário ou mesmo dentro de sua vocação de casado

como consagrado, é uma graça imensa de Deus! Às vezes precisamos prestar atenção

se Deus não tem um chamado no nosso coração, eu faço esta pergunta para quem

estiver lendo: você não quer servir a Deus mais de perto? Pense nisso!

 

Fonte: Informativo Magnificat

Sobre ewerton.ventura

Veja também

Alegremo-nos e exultemos!

Alegremo-nos e exultemos Cristo Ressuscitou!   Jesus Ressuscitou! A alegria invade o nosso coração, porque …

Um comentário

  1. Exemplo de mulher, batalhadora, guerreia, e que nem um momento se quer pensou em desistir, me alegro em pensar que um dos momentos mais felizes da minha vida eu passei ao teu lado, agradeço a Deus todos os dias pelo teu sim, por ele ter te chamado, pois não é pra qualquer um essa enorme responsabilidade de ser mãe fundadora de uma comunidade, quero viver ainda muitos anos realizando os seus sonhos sonhados com Deus, Que Deus te abençõe muito “MÃE” te amo.

Deixe uma resposta